Principais erros cometidos

Abaixo seguem os principais erros cometidos no tratamento de feridas:

1 – Automedicação
nunca inicie um tratamento sem antes consultar um especialista. O especialista adequado para o tratamento de feridas crônicas e complicações de estomas é o enfermeiro estomaterapeuta. Infelizmente, devido ao desconhecimento das técnicas e estudos atuais para o tratamento de feridas, alguns profissionais da saúde, em todas as áreas, receitam produtos, principalmente pomadas, que não deveriam ser utilizadas no tratamento de feridas. Procure imediatemente um atendimento especializado em tratamento de feridas.

2 – Uso de Chás, ervas e outros produtos da "cultura popular"
nunca utilize chás, ervas, soluções milagrosas e outros produtos na lesão. Além de não solucionarem o provblema, elas causam problemas ainda maiores, como infecções.

3 – Lavar com água e sabão
apesar de normalmente indicado, o uso de água corrente e sabão não devem ser utilizados para fazer a limpeza da ferida. Isso por que a aguá contém cloro e os sabões contém produtos químicos utlizados em sua fabricação. O modo correto de limpeza de todas as feridas é com soro em jato.

4 – Não comer alimentos “ransosos”
não existe alimento ransoso. Em determinados casos, é necessário que o paciente não coma gordura de nenhuma espécie. O paciente pode e deve comer de tudo. Este é outro mito sobre o tratamento de feridas que faz parte da "cultura popular".

5 – Uso de pomadas
muito utilizadas e pouco recomendadas, o uso das mais variadas pomadas são amplamente difundidas e, na maioria dos casos, são contraindicadas para o tratamento adequado de feridas.

Se você tem uma ferida crônica e está utilizando sulfadiazina de prata, colagenase, óleo de girassol, dersani, iruxol e outros, PROVAVELMENTE você está fazendo um tratamento incorreto. Mesmo que algum profissional da saúde tenha dito, é necessário fazer uma avaliação em clínica especializada no tratamento de feridas. 

6 – Amputação
não é raro casos de amputação de membros, principalmente membros inferiores, de forma precipitada e irresponsável. É claro que em algumas situações a amputação é necessária, mas na maioria dos casos (alguns testemunhos médicos dizem que entre 90 a 95% dos casos) as feridas poderiam ser revertidos e curadas se o paciente tivesse facesso a um tratamento adequado.

Na SoCurativos quase diariamente recebemos pacientes que foram indicados para amputação e que, com o tratamento adequado, alcançaram a cura de sua lesões, e claro, preservaram seus membros e levam uma vida absoltumente normal e com qualidade.